Almas Gêmeas
Compatíveis ou não, esse reencontro traz muitas lições.

Cedo ou tarde, é muito provável que você encontre a sua alma gêmea.
Mas calma, porque o sucesso do seu relacionamento não vai depender disso.

Dos 7 tipos de almas gêmeas, 4 são considerados incompatíveis. Isso quer dizer que há uma grande chance de que essas pessoas cheguem até você, tragam grandes aprendizados e depois vão embora.

Nem sempre os aprendizados serão pelo amor, já que eles também podem vir pela dor. Isso vai depender de questões de evolução, além da nossa vontade de aprender e crescer.

Às vezes, encontraremos almas gêmeas que são diamantes brutos, ou você mesmo será o diamante bruto delas. Essa relação vai desprender energia, tempo e paciência como qualquer outra.

A questão das almas gêmeas está mais ligada à conexão e, principalmente, ao reencontro. A gente percebe pelas afinidades, pelos encaixes. Mas também podemos reconhecer pelos “negócios inacabados”, como se aquela pessoa tivesse entrado na nossa vida para resolver algumas situações e pronto.

Faz parte da nossa jornada evolutiva aprender a identificar as coisas. Afinal, só você pode saber se vale a pena insistir ou se já é o momento de deixar ir.

Lembre-se que a espiritualidade está sempre “costurando” coisas em nossa vida, mas também reserva novas etapas para o seu caminho.
Quanto mais a gente se conhece, mais fortalecemos nossa confiança e segurança em que somos. E daí fica mais fácil atrair afinidades, conexões e, por que não, almas gêmeas. Ao mesmo tempo, você passa a compreender melhor sobre os fechamentos dos seus ciclos, para que novas oportunidades possam se abrir!

Relacionamentos, a evolução passa também pela vulnerabilidade.

Relacionamento é estar na vulnerabilidade

Na perspectiva holística, os relacionamentos são uma oportunidade de evolução. Mas o quanto estamos dispostos a expor nossas vulnerabilidades ao longo desse processo?

É preciso aceitar que não temos controle sobre o outro, o que pode provocar medo e angústia em muitas pessoas. Mas pensando bem, o medo não priva você da dor, mas da vida.

Nossa jornada nesse mundo só faz sentido se pudermos experienciar as coisas. Claro que de forma responsável e acompanhada pelo autoconhecimento, mas às vezes é preciso correr o risco.

Assumir seus medos, dizer quais são seus limites e se comunicar com o outro de forma clara são etapas importantes para a evolução. Não apenas individual, mas do próprio relacionamento.

E uma coisa importante: já se perguntou o que é o amor pra você? Quanto mais clara for a sua visão sobre ele, mais cedo você vai conseguir perceber quando ele chegar.

Todos os relacionamentos terão desafios, mas quando o casal compartilha da mesma intenção, fica mais fácil seguir em frente, crescer e evoluir.

Quando há um jogo de controle, em que o outro precisa provar tudo o tempo todo, vemos as inseguranças e o controle andarem lado a lado.

Lembre-se: relacionamento é abrir mão do controle e abrir espaço para a vulnerabilidade.

Você consegue ser vulnerável nas suas relações?

Energia sexual
Você tem desperdiçado essa energia tão potente e sagrada?

Quando a gente se relaciona com outras pessoas, estamos também trocando energias com elas. Quanto mais gente, mais misturadas ficam essas trocas, e começamos a nos entrelaçar energeticamente.

Se a pessoa é negativa, o seu campo também pode vibrar baixo. Isso pode trazer momentos depressivos, doenças e outras coisas que vão dando errado. Sabe?!

Não podemos esquecer que o ato sexual é sagrado, pois é ele que gera a força de criação, da vida. É assim que geramos uma vida. Não podemos praticá-lo baseados simplesmente no desejo, ou só para agradar o outro. Quando não domamos os nossos impulsos, somos domados por eles, assim como acontece com as nossas ilusões.

Precisamos assumir a responsabilidade de que nossas atitudes têm consequências. Não apenas para o mundo, mas especialmente para nós mesmos.

Pode ser que você não perceba agora, mas a vida sempre vai nos cobrar.

Você pode escolher buscar evolução ou ficar estagnada, deixando que os outros se energizem através de você, sem retribuírem ou doarem nada- aí você vira um doador de energia e não sobra energia pra você.

Você cuida bem da sua energia sexual?! Você escolhe bem as pessoas com quem faz essa troca?

Ninguém cruza o nosso caminho por acaso
e nós não entramos na vida de alguém
sem nenhuma razão.

NADA é por acaso, e eu…

mais do que ninguém sou prova disso.

Eu criei essa consciência ao longo dos anos estudando, sempre que alguém me fazia “mal” eu me perguntava, qual o sentido dessa pessoa na minha vida?
Qual a lição a ser aprendida aqui?

E eu vejo como foi ESSENCIAL, cada pessoa que passou na minha vida. Principalmente em relacionamentos onde muitas vezes sofri e achei que aquela dor não passaria.

As pessoas com quem me relacionei me prepararam exatamente pra ser como eu sou nesse relacionamento- que é incrível.

Inclusive, até pessoas que em algum momento achei que tivessem me feito mal, só hoje eu entendo porque fizerem aquilo e foram elas que me direcionaram a ter esse relacionamento… parece loucura, né?

Tudo foi organizado com uma maestria divina por linhas que eu julgava serem tortas.

As coisas são perfeitas como são!

Hoje, pode não fazer sentido. Mas amanhã tudo se encaixa e você pensa: ainda bem que eu conheci aquela pessoa, por causa dela eu estou onde estou, por causa dela eu consigo agir assim nesse situação.

Agradeça ✨🙏🏽

Namoro foi feito para acabar

Namoro foi feito pra acabar!

Mas por que, Jess?

Porque ou ele acaba porque vocês não tem a mesma intenção de futuro;
Ou porque ele foi para outro nível, outro patamar - casamento.

A vida é feita de ciclos e o namoro também. Um namoro sem planos não tem futuro nenhum.

Um casal precisa ter vontade de conquistar as coisas juntos, de se comprometerem cada vez mais um com o outro, senão esse namoro é apenas uma brincadeira.

Eu não sei vocês, mas eu não tenho tempo pra ficar brincando de namorar!
Se caso você namora e não tem intenção de formar um futuro com essa pessoa você está apenas tomando o tempo dela, que é uma das coisas mais valiosas no dia de hoje.

Por isso a comunicação é tão importante no relacionamento.

Eu vejo muitas pessoas com medo de falarem o que querem no relacionamento porque tem medo da outra pessoa não querer.

Mas se ela não quiser, não é melhor que você saiba o quanto antes? Assim você para de investir tempo, energia e muitas vezes dinheiro em algo que não dará frutos.

E na melhor das hipóteses vocês estarão alinhados querendo a mesma coisa, aí já conseguem se planejar pra isso!

Não tenha medo do seu namoro acabar por você se posicionar em relação ao futuro no seu relacionamento.

Você sabe reconhecer um
Passivo-Agressivo?

Passivo-agressivo
Vocês com certeza já tiveram ou terão contato com algum passivo-agressivo.
E você talvez nem saiba que existia esse termo, ele fala de um transtorno de personalidade na verdade.

Tenho certeza que tem um bem próximo de você!

Eu mesma já tive um namorado assim e foi durante o namoro que descobri na prática o que era um passivo-agressivo.

Então aqui vai algumas características pra você poder identificar algum passivo-agressivo.
Talvez você mesmo se identifique como um.
- Tem problemas com autoridade, podem ser pessoas que sempre colocam a culpa no governo e em pessoas que exercem alguma autoridade sobre eles;
- Pessoas invejosas, inveja de pessoas que conseguiram as coisas… podem ser pessoas que estão sempre te analisando dos pés a cabeça e sempre falando de coisas que você possui, a inveja é muito comum em pessoas passivas-agressivas;
- Pessoas cínicas, dissimuladas.
- Fazem críticas velada, por exemplo: você tá tão bonita, nem parece que engordou- um elogio seguido de um tapa, percebem? Ela quis dizer que você engordou, mas pra não ficar tão na cara ela usa um elogio antes pra amenizar. Essas pessoas podem fazer isso com tudo;
- Pessoas que não assumem a responsabilidade de nada- elas  utilizam essa crítica velada porque se caso você der de frente e falar que ela foi grosseira ou que criticou elas podem falar: mas eu só estava brincando.. ou: eu até te elogiei.
- Tem problema em assumir responsabilidades no geral, sejam contas, compromissos e pontualidade;
- São pessoas que dizem que vão fazer algo que você pediu e não fazem, acabam dando desculpas e se você cobra elas ainda podem dizer que você é autoritário/mandão;
- Pessoas procrastinadoras, não gostam muito de trabalham, gostam de prazer, prazer sem esforço;
- Pessoa que está sempre sendo do contra;
- Pessoa negativista;

- Pessoas ressentidas demais, sempre se acham vítima de tudo e todos, sempre se acham menosprezada pelas pessoas;
- Tendem a discutir por coisas bobas;
- Desprezo, sempre estão desprezando pessoas;
- Pessoas que alternam entre: ameaças, hostilidades e arrependimentos;
- Sempre tendem a acabar com a “graça” das pessoas, fazem críticas veladas quando alguém está feliz pra tirar essa felicidade;
- Pessoa insegura;
- Em geral não tendem a ter muitos amigos;
- Pessoa que conspira na relação amorosa mas não resolve a situação, tende a falar mal do outro mas não faz nada pra mudar;
- Pessoa que não se abre muito no relacionamento mas não deixa o outro ir embora;
- Começa as coisas e não termina;
- Tem problemas e não resolve;

Dica: Se caso você não tem certeza se aquilo que a pessoa disse pra você é um elogio, com certeza pode ter sido uma crítica velada.
E aí, você conhece algum passivo-agressivo?
Ou você se reconheceu talvez como um? Se sim, não entre em pânico, busque meios de melhorar e parar com essas atitudes.